7 de abril de 2018

PCdoB-PE filia João Paulo: “Hoje posso contribuir muito mais no PCdoB”

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) de Pernambuco realizou na manhã de sexta-feira (6/4) o ato de filiação do ex-deputado e ex-prefeito de Recife, João Paulo Lima à legenda. Durante o encontro, João Paulo explicou que a desfiliação do PT foi uma decisão muito difícil, mas afirmou, “hoje posso contribuir muito mais no PCdoB”.

O ato contou com a presença da presidenta nacional do PCdoB, deputada federal (PE) Luciana Santos; do vice-prefeito (PCdoB) de Recife, Luciano Siqueira; do ex-prefeito de Olinda (PCdoB), Renildo Calheiros, do presidente estadual do PCdoB, Alanir Cardoso, entre outros dirigentes e a militância pernambucana.

Luciana Santos comemorou a chegada do ex-prefeito João Paulo Lima ao PCdoB e ressaltou que é uma importante contribuição as fileiras militantes do partido. “João Paulo é a principal liderança de massa do estado de Pernambuco”, avaliou a parlamentar durante o ato que aconteceu na sede estadual do PCdoB em Recife.

“João Paulo você sempre cumpriu de maneira exemplar todos os desafios que foram dados a você. Seja muito bem-vindo e como eu aprendi com você, firme na luta!”.

A dirigente nacional também falou sobre a ordem de prisão contra o ex-presidente Lula emitida na tarde de quinta-feira (5). Para ela, é um dia de resistência e luta, “porque estamos diante de mais uma etapa do golpe de Estado que sofremos há dois anos, com o impeachment fraudulento da presidenta Dilma, legitimamente eleita pelo povo. Hoje o conluio golpista quer prender o maior líder popular da América Latina sem provas e fora de qualquer padrão de processo legal — explicou — Estamos todos solidários, a postos para fazer o enfrentamento necessário no grave momento que estamos vivendo”.

“Foi decretada injustamente a prisão do maior líder popular da América Latina. Não tem provas e foi completamente fora de qualquer padrão do devido processo legal”, frisou Luciana.

Renildo Calheiros afirmou que João Paulo é um “dos militantes da esquerda mais expressivos”, e que está sendo um grande motivo de alegria para o PCdoB porque ele tem uma história de luta que coincide com a do partido.

Luciano Siqueira (foto ao lado de Alanir, presidente do PCdoB-PE), disse que filia-se ao PCdoB um dos seus melhores amigos. “E as amizades construídas na luta são sólidas e tatuam na alma a amizade, a confiança e o compromisso com a luta pelo povo brasileiro”.

O vice-prefeito de Recife ressaltou que “a luta de João Paulo se multiplica e reforça a solidariedade do PCdoB ao PT nessa hora tão difícil”.

Antes de João Paulo iniciar o discurso, a militância comunista gritou em coro “João Paulo, guerreiro, do povo brasileiro”.

João Paulo afirmou que é com muita alegria que ele se filia ao PCdoB e disse que quer contribuir com o máximo que puder. “Quero contribuir com a minha experiência, mas muito mais com a experiência de vocês!”. “A minha história com o PCdoB é muito antiga, nós só não estivemos na mesma filiação partidária”.

Segundo João, estamos vivendo um momento difícil que nos lembra o período da ditadura militar, mas ele afirmou que hoje pode contribuir mais com a luta de Lula, no PCdoB.

Ele refletiu sobre o papel do programa Bolsa Família na vida das pessoas mais humildes e as mudanças sociais que aconteceram a partir da política de inclusão social implantada no Governo Lula, e sobre o processo “devastador” de retirada de direitos e de entrega do patrimônio público que está em curso.

“O momento exige de nós muita paciência e estratégia, mas acima de tudo exige muita unidade. A nossa unidade nesse momento é fundamental para que a gente possa avançar. Com muita alegria que chego e quero do fundo do coração contribuir para que possamos ver acima de tudo o povo feliz, ter a liberdade de Lula, garantir a eleição. Vamos pra luta!”, declarou João Paulo.

Trajetória popular

João Paulo Lima e Silva é economista. Iniciou sua militância, ainda na ditadura, nos movimentos juvenis como a Juventude Operária Católica (JOC), e posteriormente, na Ação Católica Operária (ACO). Operário metalúrgico se engajou no movimento sindical, foi presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Pernambuco, que, na época, chegou a contar com 10 mil filiados e se tornou o primeiro presidente da Central Única de Trabalhadores no estado (1988), além de ser um dos fundadores da CUT nacional.

João Paulo foi prefeito de Recife por dois mandatos, em 2000 e 2004. Foi vereador pelo Partido dos Trabalhadores (PT), no mesmo ano. Foi deputado estadual por três mandatos (1990 – 1998), sendo o deputado mais votado de Pernambuco em duas dessas eleições; e deputado federal de 2010 até janeiro de 2015.

Fonte: PCdoB
Postagem mais recente Anterior Inicio