30 de março de 2018

Bolsonaro conquista apoio dentro do PSDB, diz site de notícias

Segundo o jornalista Mário Benisti, do portal de notícias Direto de Brasília, o pré-candidato Jair Bolsonaro conseguiu agregar forte apoio para sua campanha à Presidência da República dentro do Partido Socialista da Democracia Brasileira (PSDB). 

O repórter afirma que Bolsonaro faz um trabalho de base perfeito em diversas metrópoles e um dos sinais que demonstram a atuação do pré-candidato foi em Campina Grande, na Paraíba, região considerada a capital do interior do Nordeste. 

Resultado

O prefeito do município, Romero Rodrigues (PSDB), escalou seu irmão Moacir Rodrigues “para filiar ao PSL e conquistar uma vaga na Câmara dos Deputados”, diz o noticiário. O ato aconteceu durante ida do filho do Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, à Campina Grande onde foi recebido pelo irmão do chefe do executivo, e filiaram Moacir Rodrigues ao PSL para disputar uma vaga no Congresso Nacional este ano.

Agora, segundo o repórter, Bolsonaro se insere na parte mais complexa do “tucanato” na Região Nordeste, onde adquire forte potencial para conseguir apoio em um provável segundo turno presidencial já que o colégio eleitoral que se centraliza em Campina Grande abrange mais de 40 municípios e detém cerca de 3,0 milhões de votos.  

O jornalista também destaca a instabilidade interna do PSDB, pois diversos filiados tucanos prestigiaram o evento de filiação de Moacir Rodrigues ao PSL. Ao que tudo indica, há dúvidas na sigla em lançar um candidato próprio para disputar a Presidência da República em 2018.

Leia a íntegra da reportagem.  

Por Mário Benisti
Da Redação
Prefeito Romero Rodrigues(PSDB) e Jair Bolsonaro (PSL).
Um dos mais expressivos redutos do PSDB no Nordeste é a cidade de Campina Grande-PB (500 mil habitantes), considerada a maior cidade do interior de toda a região. Encravada numa área estratégica, a cidade é polo educacional, de saúde, comércio e grande exportadora de calçados. Desde que a Família Cunha Lima conquistou o poder (1982), Campina Grande passou a influenciar diretamente nas eleições estaduais, ora emplacando um governador, ou vice, conforme as alianças. Nas eleições de 2002, foi a única cidade no nordeste onde José Serra venceu. Durante toda a Era petista, o PSDB de Campina Grande derrotou por duas vezes Lula e Dilma Rousseff.

Eduardo Bolsonaro, filho do presidenciável Jair, esteve na Capital do interior nordestino – como é denominada carinhosamente Campina Grande – onde foi recebido pelo irmão do Prefeito Romero Rodrigues (PSDB), que se filiou ao PSL e lançou sua pré-candidatura a Deputado Federal. Muito embora já tenha ocorrido um encontro rápido em Brasília, entre o Prefeito Romero Rodrigues e Jair Bolsonaro, o chefe do poder executivo Campinense escalou seu irmão Moacir Rodrigues, para filiar-se ao PSL e conquistar uma vaga na Câmara dos Deputados.

O apoio de Moacir Rodrigues é importante para Bolsonaro, que penetra no ninho mais fechado do “tucanato” nordestino, abrindo espaços para que num provável segundo turno, o Prefeito Romero Rodrigues (PSDB) venha apoiá-lo diretamente. Romero Rodrigues está no seu segundo mandato, realiza uma gestão exitosa com mais de 70% de aprovação da população. As circunstâncias ou peculiaridades que tornam Campina Grande uma cidade decisiva nos pleitos estaduais é a polarização que exerce sobre 42 municípios em seu entorno (Compartimento da Borborema), onde se estima que represente 1/3 do eleitorado paraibano, que este ano alcançará a marca de 3,0 milhões de votos.

Prestigiou o evento de filiação de Moacir Rodrigues, a Deputada Estadual Eliza Virgínia (PSDB), a ex-primeira dama do atual governador, a Jornalista Pâmela Bório – provável candidata a uma cadeira na Câmara dos Deputados – além de inúmeros vereadores de diversos municípios do Estado, da Capital e de Campina Grande.

O PSL procura fazer essas alianças porque tem clareza de que, sozinho, não ganha as eleições. Certamente deve a Executiva Nacional realizar mais eventos deste porte em todo o país e principalmente no interior nordestino, onde milhões de eleitores não têm acesso às redes sociais. Jair Bolsonaro já esteve em Campina Grande, mas a mídia não registrou sua presença. Desta feita, as emissoras de rádio e televisão, em sua grade de programação local, noticiaram a filiação de Moacir Rodrigues no PSL, e registraram seu apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro.

Evidente que, de todos os pré-candidatos à Presidência da República, Bolsonaro vem obtendo o “direito preferência” do eleitorado que até o presente se manifestou em votar. Que se observe nas pesquisas estaduais e nacionais, o grande número de indecisos, nulos e brancos, índices que se aproximam dos 60%. Este contingente terá que ser conquistado pelas lideranças locais, estaduais e regionais, que usarão seu poder de persuasão, para suplantar as questões “paroquianas”.


Postagem mais recente Anterior Inicio