Ana Amélia: Abuso a ser combatido é o da corrupção

A senadora Ana Amélia (PP-RS) alertou, quinta-feira (20/4), que antes de votar abuso de autoridade, o que deve ser combatido é o abuso de corrupção no país. A afirmação foi feita pela parlamentar ao comentar o projeto (PLS 280/2016) que trata do abuso de autoridade. Para Ana Amélia, enquanto houver riscos de criminalização aos magistrados e investigadores o Senado não pode aprovar a iniciativa.

— Temos que lutar ferozmente contra o abuso da corrupção no País que, por gerações, está criando um clima de impunidade. Mão não se justifica, por nenhuma razão, querer se aprovar uma lei que representar riscos se não houver correção. Não podemos aprovar uma lei duvidosa para que depois seja questionada a constitucionalidade no Supremo Tribunal Federal —, afirmou a senadora.

O relatório do PLS 280/2016 estava pronto para ser votado, nesta quarta-feira (19), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), mas a mobilização de senadores contrários a pontos da matéria, entre eles a senadora Ana Amélia, foi fundamental para adiar a votação para a próxima quarta-feira (26).

A parlamentar gaúcha destacou que a Operação Lava Jato é exemplo de um trabalho sério, feito pela Polícia Federal, Ministério Público e Justiça. Para Ana Amélia, o espaço da força tarefa na mídia internacional mostra que as instituições brasileiras cumprem o seu papel.

— Não podemos compactuar com a corrupção. Este é o momento que nós temos de grandeza, e não podemos imaginar que isso seja uma perseguição para A ou B. A perseguição implacável tem que ser à corrupção. Esse é o abuso que temos: não é da autoridade, é o abuso da corrupção deslavada. 

Coluna Política | com Ascom.