Temer: "Agora vamos para o desenvolvimento do nosso País"

O presidente da República, Michel Temer, afirmou sexta-feira (24/2) que o Brasil está deixando para trás a recessão econômica. Em pronunciamento divulgado nas redes sociais, Temer revelou que a queda da inflação e a diminuição dos juros sinalizam a retomada do crescimento do País.

Em janeiro de 2016, a inflação acumulada em 12 meses chegou aos 10%. Com as medidas tomadas pelo governo federal desde então, como o teto de gastos públicos e o incentivo ao empreendedorismo, o índice encerrou 2016 em 6,29%, abaixo do teto da meta de 6,5%.

“Quando você combate a recessão, você parte para o crescimento, e do crescimento para o combate ao desemprego”, concluiu. Na visão do presidente, a melhora da economia propicia a restauração da confiança e da credibilidade do País. “Não é sem razão que os investimentos começam a aumentar, os investimentos estrangeiros estão vindo aí e os nacionais estão se processando”, afirmou.

Liberação

Temer comentou também a medida do governo que libera o saque de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O Ministério do Planejamento acredita que a iniciativa vai injetar cerca de R$ 30 bilhões na economia brasileira neste ano.

“Cada um que tiver as suas contas poderá ir lá saca-las para, se for o caso, pagar dívidas, se for o caso, pagar o colégio, se for o caso, viajar. Enfim, desfrutar daquilo que estava paralisado nas contas inativas do Fundo de Garantia”, disse o presidente.

Coluna Política com informações do Portal Planalto.