Banco do Brasil destina R$ 1 bilhão em crédito para o Show Rural Coopavel

O Banco do Brasil tem programação especial para atendimento aos produtores rurais durante a Feira Show Rural Coopavel, que acontece entre os dias 06 e 10 de fevereiro, em Cascavel (PR). A expectativa do banco é atingir R$ 1 bilhão em contratações no âmbito da feira.

Além do montante disponibilizado, o BB desenvolveu um fluxo especial para o financiamento de máquinas, caminhões e implementos agrícolas durante o evento. O modelo de negócios engloba o envio das propostas de financiamento feitas pelas revendas fornecedoras ao Banco pela Internet. A iniciativa reduz o prazo de liberações dos recursos em até 80% e o tempo médio entre a solicitação do cliente e a entrega do equipamento chega a ser de 14 dias.

BB desenvolveu ainda um aplicativo exclusivo para os frequentadores do Show Rural 2017, que permite simular e enviar propostas de financiamento diretamente ao Banco Além disso, é possível acessar a programação completa do evento, consultar a localização dos estandes e notícias do BB sobre o agronegócio.

O aplicativo “BB Show Rural Coopavel” está disponível na Apple Store e Google Play. Para utilizar o aplicativo, que também funciona off-line, não é necessário ser cliente do Banco do Brasil.

Nova linha de financiamento usa recursos da LCA

Entre as soluções do Banco para apoio ao agronegócio, cabe destacar a linha de crédito Investe Agro. Disponível desde 20 de janeiro, a linha utiliza recursos da Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) e permite o financiamento de itens que as demais linhas de investimento não englobam. 


Pela Investe Agro é possível adquirir máquinas novas ou usadas, de fabricação nacional ou importadas, inclusive as máquinas da “linha amarela” (retroescavadeira, pá carregadeira), veículos de carga, embarcações e aeronaves - além de iniciativas para correção de solo, reforma de pastagens, aquisição de animais para cria e reprodução e em culturas de longa duração, como lavoura de cana-de-açúcar e lavoura de café.

A linha possui taxas entre 11,25% e 12,75% ao ano e o prazo máximo para pagamento é de 60 meses. A rapidez na liberação dos recursos é outra vantagem, “É uma linha de crédito que vem para atender às necessidades dos vários segmento do agronegócio. Com formato e operacionalização simplificados, poderemos abranger mais itens financiáveis e com agilidade de contração, o que garante melhor experiência aos nossos clientes”, afirma Marco Túlio Moraes da Costa, diretor de agronegócios do BB.

Recursos do pré-custeio também estão disponíveis no Banco do Brasil

Os produtores com interesse em antecipar da aquisição de insumos para a safra 2017/2018 poderão contratar a linha de pré-custeio. Lançada em 19 de janeiro, a linha destina R$ 12 bilhões, o volume é 20% superior aos recursos disponibilizados no pré-custeio da safra 2016/2017.

Para os médios produtores, as taxas são de 8,5% a.a. e o teto de financiamento é de R$ 1,5 milhão. Os demais produtores rurais acessam o crédito com encargos de 9,5% a.a. até o teto de R$ 3 milhões, descontados os valores de recursos controlados já contratados no semestre anterior. Para os produtores que já utilizaram o teto de recursos controlados, o Banco dispõe  de recursos com taxas entre 11,55% e 12,75% ao ano, sem limite de valor financiável.

A antecipação dos financiamentos de custeio para as culturas da safra de verão 2017/2018, a exemplo de soja, milho, arroz e café, permite melhores condições aos produtores para o planejamento de suas compras junto aos fornecedores e contribui para o incremento das vendas de sementes, fertilizantes e defensivos, proporcionando maior rentabilidade aos empreendimentos e produzindo reflexos positivos em toda a cadeia produtiva.

O apoio técnico e creditício que o BB oferece ao setor agropecuário aquece a economia do País, contribui para a melhoria das condições produtivas e de modernização dos empreendimentos rurais, além aumento da oferta de emprego e da renda no campo.

Fonte: Ascom/BB.