PSC se organiza para 2018

Foto: Fernando Chaves/PSC
O presidente nacional do PSC, Pastor Everaldo, se reuniu com membros da Executiva Nacional e especialistas para analisar o cenário político e econômico do país a fim de colher ideias para elaboração de um Manifesto Social Cristão, que servirá para nortear um eventual governo do partido e um programa de governo para as eleições de 2018.

O economista e jurista Paulo Rabello, presidente do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), se colocou à disposição do partido como um “modesto colaborador” e parabenizou Everaldo pela iniciativa. “O brasileiro merece sonhar e esse manifesto resgata a esperança com confiança e fundamentação”, avaliou.

O Manifesto deverá ser lançado em breve, e, além de informações sobre a doutrina, deverá orientar a legenda para as eleições de 2018, principalmente em relação às alianças partidárias. “Estamos trabalhando para arrumar a casa, fundamentando as nossas ideias e proposta e nos firmando como única alternativa realmente conservadora deste país”, explicou Pastor Everaldo.

Para o cientista político Márcio Coimbra, é fundamental que a população tenha uma noção clara do que o governo irá fazer quando chegar ao poder. “Um partido baseado em ideias e em um programa sólido serve para conduzir seus candidatos, trabalhando em prol do mesmo objetivo, com o mesmo discurso, mantendo a unidade.”

Na opinião do colunista do Instituto Liberal, o economista e mestre em teoria e filosofia do direito Bernardo Santoro, o PSC já vem se mostrando ao longo dos últimos anos como um partido com visão de futuro. “Quando eu falo em futuro, estou me referindo a um amanhã baseado em sólidos valores morais, junto com esses valores, a liberdade econômica.

Participaram ainda da reunião o vice-presidente nacional, Marcondes Gadelha; o ex-ministro da Agricultura, Antônio Cabrera; o diretor de consultoria de gestão, finanças e negócios da Knowledge Comunicação & Gestão, Eduardo Piedade; o palestrante e seminarista pastor Jefferson Magno Costa; e membros da Executiva Nacional, o advogado Gustavo Carvalho e o presidente do PSC/BA, Eliel Santana. (por Aryana Aragão)