Antes de ir ao encontro na sede da ONU governo Temer ratifica Acordo de Paris

Após aprovação pelo Congresso Nacional, esse foi o último passo para que o país adote as novas metas para combater o aumento da temperatura global. Foto: Ministério do Meio Ambiente
Evitando que o Brasil fosse cobrado, hoje (20), no encontro na sede da Organização das Nações Unidas (ONU) em Nova York com líderes, o presidente brasileiro ratificou o Acordo de Paris, durante cerimônia no Palácio do Planalto. Esse foi o último passo para que o Brasil adote, em seu regimento interno, as metas estabelecidas para reduzir as emissões de gases de efeito para combater o aumento da temperatura global.

Até 2025, o país se comprometeu a reduzir 37,5% das suas emissões – em comparação aos dados de 2005. Restaurar e reflorestar 12 milhões de hectares de florestas, promover o uso de bioenergia sustentável e alcançar uma participação estimada de 45% de energias renováveis na matriz energética até 2030 também são compromissos nacionais estabelecidos no Acordo.