Nota de Esclarecimento

Gravações divulgadas pela internet mostram o senador Hélio José defendendo a indicação de um ex-assessor para o cargo de superintendente da Secretaria de Patrimônio da União (SPU) no Distrito Federal. 

O blog ColunaPolitica.com.br recebeu  (07/8) a seguinte correspondência da Assessoria de Comunicação do senador Hélio José (PMDB-DF):


Em nota, Senador esclarece acusações contra assessor

"O senador Hélio José (foto) vem por meio desta, esclarecer que o sr. Francisco Nilo Gonsalves Junior é profissional autônomo e não detém propriedade de empresa no ramo imobiliário. Francisco Nilo também, não detém nenhum título de sócio administrador de qualquer empresa no País e tão pouco faz parte, na condição de acionista, de qualquer imobiliária, apesar daqueles que tentaram fazer crer nas inverdades construídas por parte de alguns servidores da Superintendência do Patrimônio da União no Distrito Federal (SPU/DF).

O sr. Nilo é gestor financeiro, devidamente inscrito no Conselho Regional de Administração, de elevada capacitação técnica, a quem o senador confiou e sugeriu uma indicação técnica para assumir a SPU-DF, que tem por finalidade zelar, manter, administrar e sobretudo, ajudar a destravar o sistema fundiário inclusive na regularização dos condomínios de uma forma técnica, honesta e totalmente dentro da legalidade.

Segue em anexo, Certidões emitidas pela Junta Comercial do Distrito Federal, que comprovam a veracidade dos fatos e evidencia que Francisco Nilo, nem é sócio administrador e nem sócio cotista de qualquer imobiliária no DF e no País."